cabou humanidade

Acho chato eu chegar aqui e reclamar do mundo (na verdade das pessoas que vivem nele). A impressão que dá é que tá tudo certo, tudo legal e eu que sou a errada. E até pode ser, vai saber, você querer que as pessoas sejam bacanas, sinceras, abertas às novidades e às diferenças. E veja que diferença aqui não é nada demais, mas o simples (simples?) fato de ouvir o outro, de não se achar o centro do universo, não querer passar todo mundo para trás porque dig dig din sou foda.

É que é especialmente triste você ver que está certo em algumas situações. A loka né? estar certa e não querer, mas é que quando isso se trata de um julgamento de caráter é sim triste, você achar que a pessoa não é assim uma brastemp, dar um voto de confiança e ela realmente não ser. Lógico que se fosse bem parar pra pensar, alguém que fala mal de to-do mundo pelas costas mas paga de amiga na frente não poderia ser assim la muito confiável né mermo? Mas é que sei lá, rola um quê de Polyana de jogar o jogo do contente e achar que pode sim ser diferente, que pode ser uma impressão errada ou sei lá. Tonta né.

Mas enfim… acho que essas servem pra gente meio que largar a mão de ser bacana, de deixar passar, de se auto valorizar e etc e tal. Já que infelizmente não dá pra depender de geral ser bom, fazer o meu pouquinho pra tentar passar isso pra frente e vamo que vamo.

Ah, antes que eu me esqueça, pau no seu cu. Sou legal, tento relevar, mas no fundo quero mesmo é xingar.

Um beijo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s